Conselho de Cultura é empossado

Os membros e a diretoria do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) para os próximos dois anos foram empossados nesta sexta-feira (15/09) em reunião realizada no Paço Municipal com a presença do prefeito José Luiz Monteiro, do secretário adjunto de Cultura e Turismo, Hassin Ali Hammoud, o Hassune, e do diretor-geral da Prefeitura, Joncy Silva.


O período de atuação da nova composição do Conselho é de dois anos e as reuniões vão acontecer todas as segundas quintas-feiras de cada mês, às 9 horas, na União dos Conselhos de Arujá (Única), localizada na Rua Rodrigues Alves, 154, na Vila Flora Regina.

Contando com o presidente Armando Candido Bueno Neto, o vice-presidente Bruno Francisco do Prado e o secretário-executivo Helder Luiz de Araujo Coutinho, o CMPC terá 32 membros titulares e suplentes.

Ao abrir a cerimônia de posse, Hassune lembrou que a equipe da Cultura atua para o fortalecimento do Conselho desde o início do ano, quando iniciou a gestão atual da Prefeitura.

“Precisamos do Conselho para trabalhar junto com a administração pública, para unir forças com a gente e buscarmos vitórias. Quem vai ganhar com isso é a cidade, não nós. Arujá precisa evoluir e andar para frente. Por mais que haja crise e baixa arrecadação, a gente tem de superar essas dificuldades. A porta está sempre aberta a vocês”, afirmou.

O prefeito arujaense falou sobre a importância do órgão, do papel que a cultura e o conhecimento têm na vida dos seres humanos, e também elogiou a equipe da Secretaria de Cultura e Turismo.

“A cultura é uma coisa maravilhosa, que ninguém tira da gente, e que infelizmente nunca foi valorizada em Arujá. Nós queremos que a cidade crie um hábito cultural, que o músico, o artesão, o artista seja reconhecido, e por isso vocês têm uma importância muito grande”, disse.

Prioridade

Logo após ser eleito, o presidente do Conselho falou das prioridades para os próximos dois anos. “A principal pauta será desmistificar que a Cultura só tem gasto, que arte não é trabalho. Vamos trabalhar pelo desenvolvimento econômico cultural, para criar normas e diretrizes do município, mesmo sabendo que é difícil trabalhar com recursos escassos”, afirmou.

O Conselho de Política Cultural de Arujá foi criado pela Lei 2.401/2011. A composição atual, com a lista completa dos membros, consta do Decreto 6.816/2017.