Dança e música marcaram o festival cultura

Apresentações de dança e música marcaram o 1º Festival do Programa “Arujá, Cultura e Arte por toda Parte!”, realizado no fim de semana no Polo Cultural União. O evento foi uma prestação de contas das atividades feitas por crianças, jovens e adultos atendidos pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo ao longo do ano.

O objetivo do programa é descentralizar o acesso à cultura na cidade. Durante o festival apresentaram-se alunos dos cursos de balé, jazz, musicalização infantil, banda kids, canto e coral, percussão e teclado, além dos que fazem parte do programa Revelando o Silêncio.

As turmas fazem aulas no Polo União, no Centro de Vivências Sociais e Culturais Parque Rodrigo Barreto, Escola Livre de Música Edmundo Ramos Barbosa, Escolas Municipais Hermínia Araki e Paulo Geraldo Montibeller e Escola Estadual Pastor Carlos Richard Strautmann.

O prefeito José Luiz Monteiro acompanhou o evento e destacou o papel da cultura na formação de cidadãos. “Acesso à cultura nos faz crescer e nos desenvolver mental e socialmente. Trabalhamos muito para garantir um bom serviço à população arujaense e pretendemos ampliar as condições culturais na cidade”, afirmou.

Diretor geral da Prefeitura e atual responsável pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Joncy Silva agradeceu ao empenho de professores e alunos. “Essas crianças são o nosso futuro e temos a responsabilidade de cuidar bem delas. A população pode contar conosco para tornar Arujá uma cidade melhor”, disse.

Toda a equipe técnica da Secretaria e os professores, que foram homenageados, também participaram do evento.

Satisfação

Mães de crianças que apresentaram-se no Festival, Renata de Jesus e Rosângela de Oliveira Silva elogiaram a qualidade dos cursos e falaram da sensação em ver as filhas subirem ao palco.

As duas também destacaram o fato de as crianças terem oportunidades que elas não tiveram. “Eu não tive ônibus, asfalto e quem diria um curso de balé para fazer pela Prefeitura. A Ana Clara (6 anos) mudou bastante, acorda sozinha para ir para a aula, adora a turma, eliminou peso depois do curso. Ai de mim se não a trouxer para as aulas”, brincou a moradora do Tupã.

Já Rosângela levou as filhas Manoela e Lívia Maria para duas apresentações. “É um projeto muito importante, no meu ponto de vista. É extremamente gratificante ver a alegria delas por estarem fazendo o balé. Para nós, era o curso que faltava”, disse.

Vagas

Em janeiro serão abertas novas vagas para os cursos oferecidos pela Secretaria de Cultura e Turismo. Outras informações podem ser obtidas no site www.culturaaruja.com.br.​